Cidadãos Coreanos advertidos para não consumirem Canábis no Canadá

Os cidadãos da Coreia do Sul que vivem ou estão de férias no Canadá estão proibidos de consumir Canábis, mesmo após a legalização naquele país da América do Norte.

Os cidadãos coreanos foram avisados, através da sua embaixada no Canadá, que o uso recreativo de Canábis, apesar de legal no Canadá, continua ilegal na Coreia do Sul e não evitará que os seus cidadãos corram o risco de sofrer punições no seu país natal.

O aviso foi feito pelo Twitter: “Mesmo que os sul-coreanos estejam numa região onde a Canábis é legal, será ilegal o seu consumo. Por favor, tenha cuidado para não cometer um acto ilegal e ser punido”.

Os sul-coreanos sabem há décadas que podem ser processados ​​em casa por usar drogas no exterior, mesmo em países onde o consumo é legal. Segundo a lei de narcóticos do país, o cultivo, posse, transporte ou consumo de canábis é um crime punível com até cinco anos de prisão ou multa de até 50 milhões de won, cerca de 40 mil euros. Os sul-coreanos estão sujeitos ao código criminal do seu país, não importando onde estejam no mundo.

As punições são feitas, principalmente, contra cidadãos que voltam ao país e que consomem canábis ou que frequentam casinos no exterior, ambas actividades ilegais na Coreia do Sul. A Canábis foi oficialmente proibida na Coreia do Sul por Park Chung-Hee, um ditador militar, nos anos 70.
__________________________________________________________________
Foto de Destaque: D.R.

Deixe uma resposta