Ordem dos Médicos pronuncia-se amanhã sobre Canábis Medicinal

A Ordem dos Médicos (OM) vai tornar pública a sua posição em relação à canábis medicinal amanhã de manhã, poucas horas antes do debate em Plenário na Assembleia da República.

A informação foi confirmada hoje à Cannapress pelo próprio Bastonário, Miguel Guimarães, que avançou ainda que o parecer da OM será favorável à legalização da canábis para fins medicinais.

Recorde-se que Miguel Guimarães já tinha anunciado, em entrevista ao jornal Público em Fevereiro do ano passado, que a OM iria estudar o potencial terapêutico da canábis medicinal, tendo-se proposto a analisar a evidência científica sobre a matéria durante o ano de 2017. Na altura, o Bastonário da OM explicou que o processo, no entanto, seria desencadeado pelo Conselho Nacional para a Política do Medicamento e pela indústria farmacêutica, através do Infarmed (órgão regulador da actividade das terapêuticas médicas e medicamentosas em Portugal), e também pelos partidos políticos.

Mais recentemente, no passado dia 9 de Dezembro, Miguel Guimarães confirmou novamente ao Público que a OM tem conhecimento que a canábis já é utilizada com fins medicinais em vários países e em várias patologias e que não vê motivo para que isso não possa acontecer em Portugal. No entanto, remeteu para os colégios da especialidade o parecer final, pois o princípio da OM é que exista sempre fundamentação e evidência científica. A decisão final chegou a ser anunciada para o final do ano, mas a OM acabou por atrasar a sua divulgação para o mesmo dia do Debate Parlamentar.

Miguel Guimarães considerou também, nas mesmas declarações ao jornal Público, que o facto de a proposta do Bloco de Esquerda não definir doenças ou patologias significa uma “janela de oportunidade” para a OM, que através dos seus colégios, no caso de vir a ser aprovada a proposta, poderá definir as circunstâncias clínicas em que a canábis possa ser utilizada.
______________________________________________________________________
Imagem de destaque: Jornal Médico / DR

Deixe uma resposta